27 de maio de 2006

Black Christmas


Bob Clark, aquele mesmo por trás de Porky’s, foi um dos precursores dos slashers que invadiram as telas americanas na década de 1980. O filme que abriu as portas para a matança de Halloween e Sexta-feira 13 é uma produção original e intrigante que data de 1974. No caso em questão, Clark nos brinda com o hoje quase cult Black Christmas com a estória de um assassino que resolve atacar uma irmandade feminina no natal. Como protagonista, a gata Olivia Hussey (a Julieta de Zefirelli), no elenco ainda gente como John Saxon e Margott Kidder.

Clima sombrio reforçado pela noite fria do natal, fotografia muito escura, mas sempre eficiente – ao contrário daquelas produções B nas quais não se consegue ver nada - e um roteiro que aposta em um clímax previsível, mas delicioso. Precisa mais? Então anote, câmera subjetiva usada com propriedade ímpar e uma idéia brilhante na identificação das ligações que aterrorizam as garotas. Genialidade retrô. Há, digamos, falta de nudez (afinal, o cara concebeu Porky’s a posteriori) e a maioria das mortes são offscreen, mas nada que comprometa. Uma verdadeira preciosidade.

Ponto Alto: a morte de Barbara (personagem de Kidder) é Argento puro. Ver pra crer!

Ponto Baixo: não gosto das seqüências engraçadinhas. Essa praga de alívio cômico estraga o clima.

4 Comments:

Anonymous Davi de Oliveira Pinheiro said...

Juarez, tu assistiu esse filme em DVD? Se for, tem como conseguir um DVD-R?

5:10 AM  
Blogger Juarez Junior said...

Davi, vi no disquinho sim, mas o DVD está com um amigo! Assim que pegar novamente (o cara tá viajando) a gente vê isso aí.
Abraço!

10:03 AM  
Anonymous Luan Correa said...

Veja 'Reazione in Catena', dizem ser esse o pai dos pais dos slashers.

http://www.bocadoinferno.com/romepeige/artigos/banho.html

Data de 1971.

9:20 PM  
Blogger Juarez Junior said...

OI Luan. Vi este filme com o título de Bay of Blood,falado em inglês. Realmente do caramba. Valeu pela dica. Tb me amarro na velha guarda italiana...

9:33 PM  

Postar um comentário

<< Home